PUBLICIDADE

Em noite de apagão, Bahia empata com Jacuipense em 0 a 0


Parece que o apagão antes do jogo começar, atrasando a partida em 35 minutos, atrapalhou os ânimos do Bahia e do Jacuipense, que empataram em 0 a 0 na noite desta quarta-feira, 1º, no Valfredão, em Jacuípe.
As duas equipes mostraram um fraco futebol, com muita correria e faltas e raras chances de gols. É verdade que, no gramado cheio de buracos do estádio, o bom futebol dificilmente seria exibido ali. Não à toa, os torcedores vaiaram as equipes ao fim do primeiro tempo e quando o juiz apitou o final da partida.
Com o resultado, o Bahia vai para 4 pontos e se mantém na liderança do Campeonato Baiano, mas pode perder aposição até o final da rodada. O Jacuipense subiu para o quarto lugar, com 2 pontos, e também pode cair na tabela.
Próximo jogo do tricolor pelo Campeonato Baiano será na próxima quarta-feira, 8, contra o Bahia de Feira, às 18h30, em Pituaçu. No sábado, 4, o Bahia joga pelo Nordestão contra o Moto Clube, às 19h30, em Pituaçu.
Com luz, sem futebol
Com a bola rolando, as duas equipes procuraram o gol, mas o péssimo gramado prejudicou o futebol. Bom para o Jacuipense, que treina no estádio e tentou chutes de longe, para contar com as falhas no gramado e a bola entrar.
O Bahia, com um mistão sem oito jogadores considerados titulares, mostrou falta de entrosamento e apenas um único chute a gol no primeiro tempo. Aos 29, Gustavo dominou no peito e a bola escapou para Régis, que mandou na trave.
Aos 42, o Jacuipense quase marcou. Rodrigo Becão vacilou na defesa e a bola sobrou para Jeorge, que chutou cruzado, de fora da área, mas a bola saiu pela linha de fundo. Após o apito do árbitro ao fim do primeiro tempo, os torcedores no estádio vaiaram as duas equipes.
Poucas chances
O segundo tempo começou com o Jacuipense indo para cima do Bahia. Logo aos 3 minutos, Jeorge cabeceou sozinho e Anderson defendeu em dois tempos.
Após o lance, o Bahia foi para o ataque e Juninho foi derrubado na entrada da grande área. Ele mesmo bateu, mas mandou por cima do gol.
O jogo passou a ter muita correria e poucas chances de gol. O tricolor tinha as melhores possibilidades em cobranças de faltas, mas nem Régis, nem Juninho estavam em uma noite inspirada.
A segunda etapa ainda foi marcada pelos encontrões e discussões dos jogadores. Dos 27 aos 36, foram seis cartões amarelos: Tiago Lima, Miller, Araripina e Lídio, pelo Jacuipense, e Eder e João Paulo Queiroz, pelo Bahia.
Jacuipense 0 x 0 Bahia - 2ª rodada do Campeonato Baiano
Local: Estádio Valfredão, em Riachão do Jacuípe
Data: quarta-feira, 1º, às 20h45 (horário da Bahia)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e José dos Santos Amador (BA)
Cartões amarelos: Thiago Lima, Araripina, Lídio (Jacuipense) / Éder, João Paulo (Bahia)
Jacuipense - Nunes, Paulinho, Betão, Lídio e Marquinhos; Araripina, Thiago Lima, Miller e Carlinhos; Jeorge (Cassiano) e Levi (Rafael Magalhães). Técnico: Clebson Beleza 
Bahia - Anderson; Éder, Lucas Fonseca, Rodrigo Becão e Juninho Capixaba; Juninho, Matheus Sales e Régis; Diego Rosa (João Paulo), Mário (Kaynan) e Gustavo. Técnico: Guto Ferreira

Fonte:  A Tarde
Em noite de apagão, Bahia empata com Jacuipense em 0 a 0 Em noite de apagão, Bahia empata com Jacuipense em 0 a 0 Reviewed by VR14 on 07:10 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi