PUBLICIDADE

Riachão do Jacuípe – Capela do Bem Aventurado Justino é inaugurada dois dias antes de padre Alessandro deixar Paróquia

 Com a presença do padre Geral dos Religiosos Vocacionistas, Antônio Rafael, padre Alessandro Mendonça Nonato, religiosos convidados e centenas de fiéis foi inaugurada na noite de sábado (04), no bairro Santa Mônica, em Riachão do Jacuípe a Capela do Bem Aventurado Justino, situada às margens da BA 120, sentido Serra Preta.

A capela que padre Antônio Rafael comparou com uma catedral pela grande estrutura foi construída em tempo recorde, ou seja, em apenas cinco meses. A igreja foi construída bem localizada e atenderá além do bairro Santa Mônica, Bela Vista, loteamento Juquinha e a comunidade rural de Malhada do Juazeiro.

Seu padroeiro, beato Justino Russolillo, nascido em Pianura de Napoli (Itália) em 18 de janeiro de 1891, foi ordenado sacerdote a 20 de setembro de 1913 e morreu em fama de santidade a 2 de agosto de 1955 na mesma cidade onde nasceu. Em 18 de Dezembro de 1997, foi nomeado venerável pelo Papa João Paulo II. 

Padre Antônio Rafael contou aos fiéis quem foi o Bem Aventurado Justino e pediu para que os fiéis orem por ele que está prestes a se tornar santo, “basta só mais um milagre para a igreja reconhecer e o consagrar santo”, disse o religioso.

Como surgiu a ideia da construção da Capela Tudo começou depois de um sonho que padre Alessandro que está à frente da paróquia há quatro anos, teve. Ele conta que sonhou com o beato Justino Russolillo, fundador da ordem religiosa dos padres vocacionistas, a qual faz parte, com a beata Irmã Dulce e Maria Santíssima, e neste sonho, Justino pedia para ser construída uma capela naquela comunidade.

“Ele me contou o sonho e pediu que convocasse o Conselho Econômico da Paróquia. Todos abraçaram a causa, a comunidade se envolveu e o sonho foi realizado” falou Bel, integrante da pastoral Litúrgica.
Quinze anos de caminhada O trabalho evangelístico da Igreja Católica no bairro periférico de Santa Mônica começou há 15 anos pela Pastoral da Criança, com a celebração da vida.

Por não ter espaço físico, um pastor da Assembleia de Deus conhecido na comunidade como Fortunato, cedeu sua casa para realização das atividades religiosa e com o retorno do padre Alessandro Mendonça a Riachão do Jacuípe, em 17 de março de 2013, passou a celebrar missas na rua, mais precisamente em frente à casa do pastor Fortunato, até em setembro de 2016, começou a obra e a estrutura física foi inaugurada no sábado, “mas a missão continua, que é o fortalecimento e o crescimento da igreja viva”, lembrou o vocacionista.
“A obra não parou, o povo contribuiu, foi uma caminhada, mas valeu apenas”, falou a jovem Jucy, uma das integrantes da comissão do bairro.

O padre Alessandro destacou a presença da Igreja em todos os momentos a sociedade e que, além da igreja da Santa Mônica, também foi construída outra com as mesmas dimensões em Pé de Serra e beato Justino é o padroeiro.

Fonte: Calila Noticia
Riachão do Jacuípe – Capela do Bem Aventurado Justino é inaugurada dois dias antes de padre Alessandro deixar Paróquia Riachão do Jacuípe – Capela do Bem Aventurado Justino é inaugurada dois dias antes de padre Alessandro deixar Paróquia Reviewed by VR14 on 10:34 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi