PUBLICIDADE

Petistas realizam 6º Congresso Estadual e apresentam candidatos a presidente estadual do Partido


Com o pronunciamento do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e ex-governador Jaques Wagner e de diversos representantes dos movimentos sociais, foi aberto na noite de sexta-feira (19), na Faculdade Federal de Arquitetura, no Bairro da Federação, em Salvador, o 6º Congresso Nacional do PT intitulado “Etapa Bahia Zezeu Ribeiro e Mariza Letícia”.

O auditório recebeu um grande número de militantes, a maioria delegados do partido, praticamente todos deputados estaduais e federais da legenda, secretários estaduais do atual governo Rui Costa e ex-secretário do Governo Wagner José Sérgio Gabrielli e os três candidatos a presidência estadual do Partido dos Trabalhadores: 

Everaldo Anunciação que tenta a reeleição, deputado federal Waldenor Pereira, e Fernanda Silva, ex-vice-prefeita de Uruçuca.
Jaques Wagner foi anunciado como próximo senador pela Bahia, ao abrir oficialmente o Congresso pediu que os militantes e delegados aproveitassem o momento, construíssem uma unidade e debatessem os caminhos do partido e não a qualificação das pessoas que estão na disputada da presidência, pois,  “o PT é um partido democrático e independe de presidente para andar”, falou o ex-governador.
 Wagner defendeu eleições gerais e diretas no país, e acha provável a queda do presidente Michel Temer (PMDB), depois do grampo e das últimas revelações dos executivos da JBS. Pediu aos ‘companheiros’ que não se animassem com o avanço das investigações sobre Temer e a possibilidade de ele renunciar, por achar que o Ministério Público e o Judiciário estão preparando uma ação fortíssima contra o PT e seu principal líder, o ex-presidente Lula. “Acredito que está em curso uma tentativa de criminalização da política a fim de permitir o surgimento de uma liderança no âmbito do próprio Judiciário”, prevê Wagner.


Ao finalizar, Jaques Wagner pediu aos militantes que fossem para ás ruas lutarem pelas eleições diretas e devolver a democracia. “Prefiro que o povo nas ruas derrube Temer do que a Rede Globo”, concluiu.
O líder do PT na Assembleia Legislativa, deputado Rosemberg Pinto, destacou a unidade que existe entre os deputados do partido, ou seja, Bira Coroa, Zé Neto, Zé Raimundo, Fátima Nunes, Neusa Cadore, Paulo Rangel, Maria Del Carmen, Gika Lopes, Joseildo Ramos, Luiza Maia e Marcelino Galo e falou sobre a homenagem a Zezeu Ribeiro.

Rosemberg, ao falar do politico que faleceu em 25 de fevereiro de 2015, na cidade de São Paulo, vítima de hemorragia digestiva, relatou que suas ações permanecem até o hoje e contou que esteve na manha de sexta-feira, 19, na cidade de Santa Terezinha onde foram entregues uma motocicleta (R$ 6.177,60), um caminhão pipa (R$ 224.482,00), com capacidade de oito mil litros e parte desse recurso foi fruto de uma emenda parlamentar de Zezeu.

Eleição acontece dentro do Congresso com três candidatos
Três candidatos disputam a presidência do PT na Bahia. As diversas tendências do PT se juntaram e lançaram o deputado federal Waldenor Pereira, candidato oficial do grupo “Muda PT”, que pretende mudar a maneira como o partido tem sido conduzido. Ele conta com apoio dos membros das tendências Reencantar, Democracia Socialista (DS), Esquerda Democrática Popular (EDP), 2 de Julho, Avante e Movimento PT (MPT). Waldenor Pereira pretende montar uma direção colegiada e fortalecer as instâncias partidárias e descentralizar a atividades do partido dos trabalhadores nos territórios.

A ex-prefeita de Uruçuca, Fernanda Silva, hoje superintendente de Políticas Territoriais e Reforma Agrária, órgão vinculado a Secretaria de Desenvolvimento Rural, também está na disputa. Fernanda falou que tem uma grande tarefa, caso seja eleita, pois, reconhece que a conjuntura mudou rapidamente e dentre os desafios, pretende atrair a juventude para o centro da política e entende que o PT é um partido de massa e quer desburocratizar as filiações. 
Ela quer criar uma politica de comunicações voltada para o momento atual para fazer a defesa dos propósitos do partido. Ela acredita que será eleita e será a primeira mulher presidente da legenda.

Everaldo Anunciação que é o atual presidente e candidato a reeleição é apoiado pela tendência Construindo um Novo Partido, falou que, caso eleito, irá construir uma estratégica para esse novo momento, defende a unidade do partido e uma relação com os territórios.
 Anunciação chamou atenção para compreensão do partido, que existe em torno dele uma sociedade que não é filiado e nem tão pouco de movimentos tradicionais e querem construir a democracia.
“Vamos criar uma espaço para dialogar com eles, mas é um desafio grande”, externou.
A eleição acontecerá no domingo (21) à tarde.
Fonte: Calila Noticia 


Petistas realizam 6º Congresso Estadual e apresentam candidatos a presidente estadual do Partido Petistas realizam 6º Congresso Estadual e apresentam candidatos a presidente estadual do Partido Reviewed by VR14 on 20:00 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi