PUBLICIDADE

Coluna - Bramura , por Cristiano da Hora

Êta, menino danado!
Fica quieto “diacho”
e sossega esse facho
pra tu não apanhar!
Sobe lá outra vez
que eu te meto esse “rei”
e te faço chorar!

Êta, menino malino!
Entortou a tesoura,
quebrou minha vassoura,
fez cavalo de pau.
Antes que tu me atinja
com essa roupa de ninja,
eu te quebro no pau!

Me pediu pra ficar
lá na frente da casa 
brincando de gude,
quando eu fui te chamar
Tu tava tomando
era banho no açúde!

Além de ter jogado
pedra no telhado
da casa da vizinha,
tu agora, muleque
Sai de porta em porta
tocando campainha?

Pára com essa bola
se eu te pegar pela gola
acabo com esse brinquedo
antes que tu leve uma queda
ou deixe naquelas pedras 
A cabeça do dedo!

Não vem pra cá reclamar
que a merenda não dá,
era tudo que tinha!
Quando eu era criança
enchia minha pança
de café com farinha!

Vai torrar umas tripas,
se eu der linha na pipa
Ninguém mais te segura.
Pai do céu, que peleja!
Que Jesus te proteja
com essas tuas Bramuras!

Da redação do VR14
Coluna - Bramura , por Cristiano da Hora Coluna - Bramura , por Cristiano da Hora Reviewed by VR14 on 11:03 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi