Justiça decreta prisão de capelense suspeito de matar ambulante fatimense em Copacabana





O delegado titular da Divisão de Homicídios da Capital, Fábio Cardoso, informou que a Justiça do Rio decretou a prisão temporária de Irisvaldo de Souza Santana, de 23 anos. O suspeito foi identificado como o autor de quatro tiros que mataram o vendedor de cangas Odair dos Santos, de 31, na praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, no último sábado (23).

Os investigadores da DH-Capital já estiveram no Morro do Chapéu Mangueira, no Leme, na Ilha do Governador, e também em uma favela no Recreio dos Bandeirantes para tentar encontrar Irisvaldo. O suspeito, no entanto, permanece foragido. Assim como a vítima, o suspeito, identificado pela DH nesta segunda, também trabalhava nas areias há 15 anos.

"O motivo do desentendimento foi uma briga pelo ponto de venda dos produtos que comercializam biquínis e cangas em Copacabana. Este desentendimento já vinha de três meses atrás, inclusive por causa dos preços dos produtos. A DH-Capital está fazendo diligências desde sábado para localizar e prender o autor, que hoje é considerado foragido", explicou o delegado. ( Veja também Fatimense é morto a tiros em praia no Rio de Janeiro )
Odair foi morto a tiros no trecho que fica entre as ruas Bolívar e Barão de Ipanema. A Polícia Militar afirmou que agentes do 19º BPM (Copacabana) foram acionados para o caso e a vítima chegou a ser levada para o Hospital Miguel Couto, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo o delegado, pessoas que têm informações que ajudem a localizar Irisvaldo – também conhecido como Íris – podem entrar ligar para o telefone da própria DH-Capital (2333-6393) ou para o Disque-denúncia (2253-1177).



Irmão se emociona

O irmão de Odair, Jeruso dos Santos, disse que a vítima trabalhava como vendedor nas praias há 15 anos e morava na Ilha do Governador. Desesperado, ele questionou a falta de segurança em plena Zona Sul e cobrou punição ao assassino de seu irmão.


"Meu irmão não tinha problemas com ninguém, sempre trabalhou aqui e tiraram a vida dele banalmente, isso é muito absurdo! Ele armou a tenda dele para trabalhar aqui em frente ao [hotel] Pestana", lamentou Jeruso, contando ainda ter sido informado por testemunhas de que duas ou três pessoas teriam envolvimento na morte de Odair.
Justiça decreta prisão de capelense suspeito de matar ambulante fatimense em Copacabana Justiça decreta prisão de capelense suspeito de matar ambulante fatimense em Copacabana Reviewed by Jorge VR14 on 13:29 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi