PUBLICIDADE

Jovem é carregada morta em garupa de moto


Uma jovem de nome Stefhani Brito, de 22 anos, passou por momentos de tortura antes de ser brutalmente assassinada pelo ex-companheiro no primeiro dia de 2018, em Fortaleza, Ceará.

De acordo com o autor do crime transitou pelo bairro do Mondubim com a jovem morta na garupa da motocicleta. Em seguida, Stefhani teve o corpo abandonado às margens da Lagoa da Libânia.
A vítima é descrita por familiares e amigos como uma jovem “alegre, cheia de vida, que gostava de viver a vida”. Conforme relato de pessoas próximas da vítima, o autor do crime seria o ex-companheiro de Stefhani, identificado por Alberto, com quem ela conviveu cinco anos, teria entrado em contato com uma irmã e em seguida a parente ligou para a mãe de Stefhani afirmando que eles haviam brigado e que ele a agrediu. Informou que havia deixado o corpo da jovem no bairro

 “O irmão dela (Stefhani) viu nas redes sociais que haviam achado um corpo na lagoa e quando chegou no lugar confirmou que era a irmã”, disse.

Em um longo desabafo, um familiar disse que a jovem era torturada e que todos viam as marcas. Ela chegou a ser queimada com ponta de cigarro e até com uma colher quente. Stefhani chegou a ir morar no interior para se distanciar.
“Isso pra mim é um psicopata, que amor não é. Ele queimava com faca, com colher, com cigarros. Quando batia nela, ele amarrava para não gritar. Acredito que ela era ameaçada, pois sempre ela dizia, sempre que discutia, a gente pedia para que ela não fosse encontrar. E ela dizia que ia pois precisava salvar a família”, disse.
Investigação e imagens
O inquérito que apura a morte de Stefhani Brito, de 22 anos, foi encaminhado à Delegacia da Defesa da Mulher (DDMD), nesta quarta-feira (03), em caráter de urgência. A informação é do diretor adjunto da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), George Monteiro.

O delegado George informou nesta quarta que o caso segue para a DDM, pois existe a suspeita de autoria para o ex-companheiro da vítima, o Alberto. A polícia esteve no local do crime após ser acionada acerca do achado de cadáver e que no dia seguinte colheu imagens de circuito de segurança. Segundo amigos da família, corpo de Stefhani foi velado na terça-feira (02), em uma funerária localizada na Avenida Osório de Paiva.


Os amigos relatam que o estado de Stefhani causou comoção e revolta. Ela estava com muitos machucados na cabeça, cortes e com os dedos e mãos perfurados.
Fonte: Interior da Bahia 
Jovem é carregada morta em garupa de moto Jovem é carregada morta em garupa de moto Reviewed by VR14 on 07:59 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi