PUBLICIDADE



Lei de autoria de Neusa beneficia estudantes de Escolas Agrícolas com Primeiro Emprego


Estudantes de Escolas Família Agrícola (EFAs) e das Escolas Familiares Rurais (EFRs) vão ser beneficiados com o programa Primeiro Emprego, do Governo do Estado. A novidade foi anunciada pela Casa Civil nesta terça-feira, 03, e será viabilizada com base na Lei N. 13.907/18, de autoria da deputada estadual Neusa Cadore, que equiparou os direitos dos alunos dessas escolas aos da rede pública estadual.

Antes da legislação, aprovada em dezembro de 2017 e já sancionada pelo governador Rui Costa, os estudantes das EFAS e EFRs estavam impedidos de ter acesso a uma série de políticas públicas. Agora eles vão poder ingressar nas Universidades Públicas Estaduais por meio do sistema de cotas e obter outros benefícios também concedidos aos egressos da Educação Estadual. 

“É um caminho de mais oportunidades e garantia de direitos para os jovens das escolas agrícolas que vão poder seguir na carreira profissional no âmbito universitário e através de programas como esse terão mais espaços para colocar em prática uma série de aprendizados e contribuir no desenvolvimento rural em nosso estado”, disse a deputada Neusa. No caso do Primeiro Emprego, os estudantes das EFAS poderão ser contratados por órgãos que atuam no meio rural por dois anos e terão todos os direitos trabalhistas previstos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e carteira assinada.  

Na Bahia, as EFAS e EFRS agregam mais de três mil alunos e têm sido importantes espaços de educação no campo, com mais de 30 anos de atuação na perspectiva do fortalecimento da agricultura familiar e da convivência com o semiárido.  

 Ascom Neusa Cadore
Lei de autoria de Neusa beneficia estudantes de Escolas Agrícolas com Primeiro Emprego Lei de autoria de Neusa beneficia estudantes de Escolas Agrícolas com Primeiro Emprego Reviewed by VR14 on 10:59 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi