PUBLICIDADE



Caminhoneiros recusam proposta apresentada pelo Governo, e os protestos continuam na Bahia


Mesmo com proposta de acordo anunciada pelo governo, na última quinta-feira (24), protestos de caminhoneiros são registradas na Bahia, nesta sexta-feira (25), quinto dia de mobilização nacional da categoria contra a alta do diesel.

Na BR-324, em Salvador, há bloqueio parcial da via, nos dois sentidos, na altura do Km-541, em Salvador. Os manifestantes ocupam o acostamento e uma faixa da pista. Apenas caminhões e carretas são parados. O trânsito flui com lentidão no local.

Na mesma rodovia, na altura do Km-600, trecho de Simões Filho, há outro ponto de protesto. Os carros estão no acostamento e apenas veículos de carga são impedidos de prosseguir viagem. No km-542, em Amélia Rodrigues, a situação é a mesma.

Na BA-526, conhecida como Cia-Aeroporto, na região metropolitana de Salvador, também há protesto de caminhoneiros, na altura do Km-12. Apenas caminhões e carretas estão sendo parados. O mesmo ocorre na BA-535, conhecida como Via parafuso, também na região metropolitana de Salvador. Na rodovia, há ponto de protesto no Km-10. Já na BA-093, há protestos nos trechos do Km-1 e Km-34. Os manifestantes fazem bloqueio parcial da via, nos dois sentidos, permitindo a passagem apenas de veículos leves.

Diversos pontos de manifestação são registrados na BR-116, em várias cidades baianas. Todas operando da mesma forma: caminhões estacionados nos acostamentos e em postos de combustíveis próximos, e caminhoneiros impedindo a passagem de carretas e caminhões.

As manifestaçãoes na BR-116 são registradas no Km-459, na cidade de Santo Estevão; Km-517 e Km-521, em Itatim; Km-539, no município de Milagres; Km-672, na cidade de Jequié; Km-709, em Manoel Vitorino, Km-759, na cidade de Poções; Km-814, Km-817 e Km-835, em Vitória da Conquista; e no Km-421, em feira de Santana.

Protestos são registrados também em trechos da BR-407. Em Senhor do Bonfim, na altura do Km-131, há interdição parcial de pista. Apenas veículos de passeio e ônibus estão conseguindo passar pelo bloqueio. Em Capim Grosso, a altura do Km-230, os manifestantes colocaram objetos na pista que funcionam como obstáculos, para que os motoristas diminuam a velocidade. Caminhões de carga não estão podendo passar.

Fonte: G1 Bahia
Caminhoneiros recusam proposta apresentada pelo Governo, e os protestos continuam na Bahia Caminhoneiros recusam proposta apresentada pelo Governo, e os protestos continuam na Bahia Reviewed by VR14 on 12:43 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi