COLUNA- A mulher contemporânea e o machismo velado. Por: Eduarda Venezuella

Eduarda venezuella, Baiana, Fatimense, nascida em 27/08/1998  bacharel em comunicação social com habilitação em jornalismo, pela ( FAT) Faculdade Anísio Teixeira, Feira de Santana-BA


" Você até que é bem inteligente para uma  mulher“
“ Mulheres que se vestem assim, não servem para casar”

Quantos de vocês já disseram essas frases, quantas de vocês já ouviram mesmo que indiretamente essas frases?
No final elas estão sempre acompanhadas  de um tom irônico com a justificativa de ser apenas uma “brincadeira”
O machismo velado existe, e ele acontece de homens para mulheres, e vem acontecendo com mais frequência de mulheres para mulheres, mulheres que se sentem acima dos mesmos julgamentos por estarem em um casamento ou em classes sociais distintas. (triste pensamento)
Enraizada em nossa sociedade a ideia de que apenas o casamento é capaz de oferecer respeito á uma mulher; Á escritora, intelectual, filosofa existencialista, ativista política, feminista e teórica social  francesa , Simone de Beauvoir faz uma citação a respeito do casamento:“Entre as que se vendem pela prostituição e as que se vendem pelo casamento a única diferença consiste no preço e na duração do contrato.“
A mulher contemporânea se impõe e não espera mais por um casamento, como meio de adquirir respeito, ela se impõe conquistando sua própria empresa, cuidando e educando sozinha dos seus filhos, obtendo sua própria casa, tendo o seu próprio carro, ou na busca por alguém , busca essa baseadas em suas próprias convicções e não mais em conformidades sociais. 
A mulher contemporânea  se vê como gestora de si mesma,  e não admite  agressões  camufladas em piadas, a mulher dos dias atuais, não espera, ela  faz acontecer, busca os seus direitos , porque sabe a dor daquelas que foram massacradas para que hoje viéssemos tê-los.





instagram: @vnezuella

COLUNA- A mulher contemporânea e o machismo velado. Por: Eduarda Venezuella COLUNA- A mulher contemporânea e o machismo velado. Por: Eduarda Venezuella Reviewed by VR14 on 12:11 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi