Polícia Civil de Nova Fátima indicia homem que furtou cheques da Câmara de Vereadores

A Polícia Civil em Nova Fátima concluiu neste hoje 18, a investigação sobre o furto de folhas de cheques da Câmara de Vereadores de Nova Fátima. O inquérito policial foi instaurado a partir da ocorrência registrada pelo próprio Presidente da Câmara local, Josenaldo de Oliveira Porto (DEM), que informou o sumiço das folhas do talonário, bem como indicou o suspeito do fato, José Paulo Alves Silva, conhecido por "Zé Paulo", solicitando a apuração do fato.
Na investigação, 10 pessoas foram ouvidas, entre vítimas, testemunhas e o próprio indiciado, tendo ainda sido requisitados exames periciais nas folhas de cheques apreendidas e juntados documentos obtidos junto à rede bancária. A apuração demonstrou que, além de furtar 07 folhas de cheque, no início do mês de junho deste ano, José Paulo preencheu 03 delas em valores que, somados, chegaram a R$ 6.054,26. Duas folhas foram repassadas a terceiros em Nova Fátima, sendo que uma chegou a ser depositada na rede bancária e outra foi apreendida pela Polícia Civil em cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar.
Para convencer as vítimas da validade do cheque, José Paulo teria falsificado as assinaturas do Presidente da Câmara e da Tesoureira, tendo os dois servidores públicos se submetido a exames grafotécnicos para comprovar que as assinaturas não eram deles. José Paulo era motorista particular do Presidente da Câmara e se aproveitou desta situação para praticar os crimes, sem seu conhecimento.
Segundo o Delegado Titular Igor Spock "ouvidas todas as vítimas e testemunhas e colhidas as demais provas, não há qualquer indício da participação de outras pessoas nos crimes, sejam servidores públicos ou não. Ao que tudo indica, José Paulo agiu sozinho, motivado por dificuldades financeiras, como ele mesmo confessou. Considerando que o indiciado reconheceu seu erro e não criou qualquer dificuldade para as investigações, não foi pedida a prisão preventiva dele, pelo que ele deve responder ao processo em liberdade".
José Paulo foi indiciado pelos crimes de furto qualificado por abuso de confiança, estelionato e falsificação de documento equiparado a documento público, em alguns casos mais de uma vez. Se condenado na forma do indiciamento, poderá pegar penas de 8 anos e 8 meses (mínimo) a 28 anos (máximo) de reclusão e multa. As informações  são da Polícia Civil de Nova Fátima.

Fonte: Goby Rios
Polícia Civil de Nova Fátima indicia homem que furtou cheques da Câmara de Vereadores Polícia Civil de Nova Fátima indicia homem que furtou cheques da Câmara de Vereadores Reviewed by Jorge VR14 on 16:50 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi