Secretária de Saúde fala sobre caso de médico que abandonou paciente anestesiado por falta de luva de numeração menor no HDAM

Reportagem do Blog do Netto Maravilha recebeu informações que um médico cirurgião no HDAM – Hospital Dom Antônio Monteiro, abandonou pacientes que estavam com suas cirurgias agendadas para esta quinta-feira (06). Ainda segunda denuncias o profissional abandonou um paciente anestesiado no centro cirúrgico, alegando a falta de luva de numeração menor a que lhe foi apresentada para o procedimento, a numeração ofertada seria 8 ele queria a 7,5.

A direção do hospital informou que a casa de saúde dispõe de todo o material necessário para tais procedimentos, mas que não poderia responder pela conduta do médico. Enquanto aos pacientes que estavam com as cirurgias agendadas, serão remarcadas para a próxima quinta-feira (13-09).

Em nota a Secretária de Saúde Angeli Matos explica a situação

Na quinta feira, dia 6, pela manhã, logo que tomamos conhecimento através da central de marcações, que o médico cirurgião, lotado na secretaria de saúde de Senhor do Bonfim, através de concurso público, havia se ausentado do hospital regional deixando de atender a 10 pacientes que o esperava para realizar pequenas cirurgias. Entramos em contato com ele, para que o mesmo apresentasse uma justificativa para este comportamento, que não representa o conjunto dos trabalhadores que prestam assistência à saúde de nossa população. O médico alegou que não é a primeira vez que falta material quando da realização dos seus procedimentos no HDAM.

Sempre avisam a ele que não tem anestésico, fios de sutura, e por último, luvas tamanho 7.5, que é o adequado para o tamanho de sua mão. Infelizmente na quinta feira mesmo, o profissional apresentou a secretaria de saúde a sua carta de demissão. Lamento o pedido de demissão dele, pois é um profissional que sempre se mostrou responsável e competente, é especialista em cirurgia geral e cirurgia vascular, e tem contribuído muito com os nossos pacientes que necessitam de atendimento tanto na nossa cidade quanto no Hospital de Trauma em Petrolina, tanto na especialidade vascular a nível ambulatorial, quanto cirúrgico.

Vale ressaltar, que em momento algum recebemos comunicado oficial por parte da direção do hospital, que apenas se restringiu a mandar os pacientes procurarem a central de marcações para solução do problema. A secretaria de saúde instaurou procedimento para apurar os fatos e adotar medidas necessárias contra os responsáveis. Ainda acredito que o diálogo é a melhor forma para a solução dos conflitos que nos apresentam no nosso cotidiano. E que fatos desta natureza não voltem a repetir, pois os maiores prejudicados, são os pacientes que necessitam de nossa atenção.

O prefeito Carlos Brasileiro cobrou apuração rigorosa, solicita punição pros culpados. Inclusive já convocou o Juridico para analisar a rescisão contratual com o Instituto Caminhada. Apesar do médico solicitar demissão, ainda estamos analisando o pedido dele, pra que reconsidere.

Blog do Netto Maravilha
Secretária de Saúde fala sobre caso de médico que abandonou paciente anestesiado por falta de luva de numeração menor no HDAM Secretária de Saúde fala sobre caso de médico que abandonou paciente anestesiado por falta de luva de numeração menor no HDAM Reviewed by VR14 on 14:22 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi