De Baixa Grande, Raniele admite que pressão no Bahia aumenta, mas avisa: 'Não é desespero'.

 


Derrotado no Ba-Vi do último sábado pela Copa do Nordeste, o Bahia volta a encontrar o maior rival nesta quarta-feira (17), às 18h, em Pituaçu, pelo Campeonato Baiano, dessa vez com o time de transição. Titular do time, o volante Raniele reconheceu que perder o clássico faz a cobrança subir, mas garantiu que isso não fará o Tricolor se desesperar dentro de campo.


"Acredito que o Ba-Vi por si só tem uma importância imensa. O fato de ter perdido sábado aumenta a pressão, mas não é desespero. Aumenta a pressão pela cobrança, mas é algo que não vai desesperar a gente para a partida", disse.


O jogador prometeu dedicação em campo e indicou que a atuação do adversário foi observada com atenção para que os erros não se repitam neste novo encontro.


"Torcida pode esperar um empenho imenso. A nossa garra e nossa vontade por representar o Bahia. Lógico que pelo resultado de sábado dá para saber onde erramos e vamos corrigir na quarta-feira. O lado positivo da derrota é ter mais tempo para estudar o Vitória", indicou.


Raniele volta ao time após ter tido uma lesão parcial no ligamento colateral medial do joelho esquerdo. Ele garante que está recuperado e pronto para jogar.


"Estou recuperado 100%, graças a Deus", resumiu.


Com quatro pontos conquistados, o Bahia ocupa a sétima posição da competição nacional.


Fonte BN

De Baixa Grande, Raniele admite que pressão no Bahia aumenta, mas avisa: 'Não é desespero'. De Baixa Grande, Raniele admite que pressão no Bahia aumenta, mas avisa: 'Não é desespero'. Reviewed by VR14 on 18:42 Rating: 5

Destaque

Muita tradição e fé na Semana Santa em Mairi